Covid – 19 variante Omicon BA4

O Centro de Inteligência em Saúde do Estado do Ceará (CISEC) vem produzindo uma metodologia para a predição do comportamento para a duração das ondas de pandemia, a partir da comparação de dados de países e regiões do mundo que sofrem o impacto de aceleração de casos antes do Brasil.  

A seguir apresenta-se uma síntese desse desenvolvimento metodológico, que foi executado para atender à demanda da Gestão baseados em dados do Ceará e como dito anteriormente, de eventos que antecederam os registros no Brasil.

gráfico 1

No período de cinquenta e oito dias da terceira onda ocorreram 257.016 casos e 1.319 óbitos. A duração da terceira onda foi prevista em sessenta e nove dias, estimativa com acurácia comprovada pela análise dos dados acima mencionados como apresentado adiante. Assim, estima se que seu fim aproximadamente em 16/03/2020 se considerado que os primeiros casos da variante foram registrados em 27/12/2021

Para a previsão do tempo de duração foram efetuados cálculos com base em observações de países onde primeiro surgiram casos da variante Ômicron.

Figura 1

Alguns dos países observados são geograficamente próximos da África do Sul, local onde surgiu o primeiro caso, de onde foi possível observar um padrão de distribuição semelhante na quantidade de ocorrências diárias.

Brasil
Conteúdo teste 2
Conteúdo teste 3