Capacete Elmo é selecionado para congresso nacional de Inovação na Indústria; dispositivo também pode ser votado como melhor invenção

projeto do capacete Elmo foi selecionado para participar do 9º Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria, correalizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae). Maior evento de inovação da América Latina, o Congresso acontece nesta quarta e quinta-feira, em formato híbrido. Na ocasião, será realizado o Summit SENAI P&D + Impacto, onde 25 cases de projetos inovadores, desenvolvidos pela indústria e pelos Institutos SENAI de Inovação e Tecnologia serão apresentados, entre eles o capacete Elmo.

invenção cearense é fruto de parceria público-privada envolvendo Secretaria da Saúde (Sesa), por meio da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE), Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Ceará), Universidade de Fortaleza (Unifor), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Esmaltec. Os três melhores cases serão premiados ao final do evento. A votação ocorre on-line.

O Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria reúne tomadores de decisão de empresas de todos os portes, representantes do governo, da academia e de instituições de ciência e tecnologia para pensar e debater a inovação como principal estratégia de crescimento e competitividade. A proposta é refletir sobre como cocriar um mundo mais sustentável, tendo a educação e a inovação como motores dessa transformação. O Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria traz mais de 50 atividades em sua 9ª edição. Serão 77 convidados ao todo, levando a inovação para o centro do debate, com palestras, mesas-redondas, painéis e outros formatos de apresentação.

Capacete Elmo

Elmo é um capacete de respiração assistida genuinamente cearense, não-invasivo e mais seguro para profissionais da saúde e pacientes. Criado em abril de 2020 em uma força-tarefa, o equipamento inovador surgiu como um novo passo para o tratamento de pacientes com insuficiência respiratória aguda hipoxêmica por covid-19.

O desenvolvimento, protótipos, testes de usabilidade, testes clínicos e primeiros treinamentos do Elmo foram feitos no Instituto SENAI de Tecnologia (IST) e no SENAI Jacarecanga. Já os testes iniciais de usabilidade foram feitos entre os próprios pesquisadores e voluntários em laboratório. Após essa fase, um ensaio clínico prospectivo de viabilidade foi executado no Hospital Leonardo da Vinci, unidade implantada pelo Governo do Estado para o atendimento exclusivo de pacientes com covid-19. Realizado entre junho e outubro de 2020, o estudo teve seus resultados apresentados publicamente em novembro do mesmo ano. Foi demonstrada a factibilidade do uso do Elmo em pacientes com covid-19 moderada a grave, internados em enfermaria. A boa resposta fisiológica e o conforto com o equipamento foram comprovados, com taxa de sucesso de 60%.

O Elmo é patenteado junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), em nome das cinco instituições parceiras e dos autores: Marcelo Alcantara Holanda, Betina Santos Tomaz, David Guabiraba Abitbol de Menezes, Juliana Arcanjo Lino e Gabriela Carvalho Gomes. Em outubro de 2020, a Anvisa autorizou a empresa Esmaltec, do Gupo Edson Queiroz, a fabricar e comercializar o ELMO em todo o país.

Serviço
Summit SENAI P&D + Impacto
Vote no capacete Elmo aqui
Saiba mais sobre o Elmo: https://sus.ce.gov.br/elmo/

Habilidades

, , ,

Postado em

9 de março de 2022