Elmo: depois de capacitação no Amazonas, ESP/CE treina 64 profissionais maranhenses


Instrutoras da ESP/CE, a fisioterapeuta Lídice Holanda e a enfermeira Rebeca Bandeira cumpriram missão voluntária em São Luís. A Sesa doou 40 unidades do capacete ao Governo do Maranhão

A esperança do fisioterapeuta Gustavo Arouche persiste mesmo diante do momento mais desafiador da pandemia. “O capacete Elmo será um novo recurso para o enfrentamento à Covid-19. Certamente irá beneficiar os pacientes”, afirma o profissional que atua na linha de frente no Hospital de Câncer do Maranhão. Ele foi um dos 64 profissionais de saúde maranhenses treinados para utilizar o capacete de respiração assistida em pacientes com quadro clínico leve e moderado da doença.

As capacitações foram feitas por instrutoras da Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), nesta semana, na capital São Luís.

>> Capacete Elmo: em missão a Manaus, instrutoras da ESP/CE capacitam 74 profissionais de saúde

Os treinamentos ocorreram entre terça (23) e quinta-feira (25) para médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e engenheiros clínicos de São Luís e do interior do Estado. Uma das instrutoras da ESP/CE responsáveis pela formação, a fisioterapeuta Lídice Holanda conta que “os profissionais saíram ansiosos para utilizarem o capacete Elmo nas unidades que atuam”.

Capacitação

Durante as formações, os profissionais têm a oportunidade de aplicar o dispositivo num paciente simulado, representado por um ator. “Nós utilizamos a mesma metodologia adotada nas capacitações de Fortaleza. Eles estão aptos para cuidar de pacientes com a terapia do Elmo, pois já demonstraram dominar as habilidades no campo prático”, avalia a enfermeira Rebeca Bandeira, também instrutora da ESP/CE.


Numa das etapas da capacitação, profissional maranhense treina a montagem do capacete Elmo

Além de desenvolver as habilidades necessárias para cuidar dos pacientes com o dispositivo desenvolvido no Ceará, os profissionais capacitados estão aptos a replicar as capacitações para outros colegas. São os chamados multiplicadores. A Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, que recebeu doação de 40 unidades do Elmo após solicitação à pasta cearense, foi a responsável pela logística dos treinamentos.

“Atuo numa unidade de alta complexidade e a situação não está fácil. Cada recurso que vier, como o capacete Elmo, vai somar. Temos a perspectiva de que os pacientes vão responder bem ao tratamento”, diz Alessandra Mesquita, fisioterapeuta e coordenadora da equipe multiprofissional do Hospital Dr. Carlos Macieira, unidade de alta complexidade de São Luís.

Solidariedade

Essa foi a segunda missão voluntária da equipe da ESP/CE, por meio do Centro de Desenvolvimento Educacional em Saúde (Cedes), para treinamentos do capacete Elmo em outro Estado. A primeira ocorreu no início de fevereiro e beneficiou diretamente 74 profissionais de saúde do Amazonas. A Sesa doou 65 unidades do aparelho quando o estado amazonense enfrentava o pior momento da pandemia.

Nas últimas semanas, a ESP/CE também realizou capacitações em Sobral e Juazeiro do Norte para contemplar profissionais das regiões Norte e Cariri, respectivamente, e Uberlândia (MG).

Força-tarefa

O projeto do capacete de respiração assistida Elmo (hiperlink: sus.ce.gov.br/elmo) foi idealizado e desenvolvido pelo Governo do Ceará, por meio da Sesa, ESP/CE e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.

Habilidades

, ,

Postado em

31 de março de 2021