Elmo Inovação que Salva: Chamada internacional da Cadernos ESP é prorrogada até 25/08

A chamada para submissão de artigos da edição especial da Cadernos ESP “Elmo: inovação que salva” foi prorrogada até o próximo dia 25 de agosto. Com isso, os pesquisadores, acadêmicos e profissionais da saúde interessados em publicar na revista terão um prazo maior para participar. Os textos poderão ser enviados por meio da plataforma Cadernos ESP, após feito cadastro dos autores seguindo as diretrizes na revista.

Organizada pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), vinculada da Secretaria da Saúde do Ceará (SESA), essa edição especial da publicação terá como foco uma série de estudos baseados na experiência do capacete de respiração assistida Elmo.

A iniciativa pretende reforçar a visibilidade ao uso do Elmo na Rede de Saúde Pública e suplementar nesse período de pandemia. Para esta chamada serão escolhidos estudos em diferentes áreas de atuação no campo da saúde pública e coletiva com interface entre a educação, tecnologia e inovação.

Para essa edição, serão aceitos manuscritos a nível nacional e internacional que apresentem situações práticas em saúde e ou de inovação tecnológica nos campos do ensino, da assistência, pesquisa ou gestão, além de estratégias de intervenção, ensaios clínicos, avaliação da sua eficácia, de interesse para o desempenho e qualificação profissional que considerem a dinâmica no uso do Elmo e sua relação entre a mídia e a sociedade.

Após a submissão, os textos passarão por avaliação do fluxo editorial. Por isso, apenas o envio não assegura a sua publicação nesse número especial. Qualquer dúvida ou solicitação de mais informações, poderão ser enviadas para o e-mail: revistacadernosesp@gmail.com

Elmo

Dispositivo não-invasivo desenvolvido no Ceará em abril de 2020, o capacete de respiração assistida Elmo trata pacientes com quadro leve ou moderado de Covid-19. O equipamento melhora a capacidade respiratória, reduz em 60% a necessidade de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), tem menor custo, sendo mais seguro para os profissionais de saúde.

Presente em quase todo o Brasil, o Elmo já tratou mais de três mil cearenses na rede pública estadual nos primeiros seis meses de uso. O projeto foi possibilitado graças à parceria entre o Governo do Ceará, por meio da Sesa, ESP/CE e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e Esmaltec.

Serviço

Elmo: inovação que salva
Submissão de artigos: até 25 de agosto de 2021
Acesse em: https://bit.ly/3qPcNaA

Habilidades

, , , ,

Postado em

16 de agosto de 2021