Ventiladores mecânicos consertados em projeto garantem funcionamento de 74 leitos de UTI

Para fortalecer as estratégias de enfrentamento ao coronavírus, o Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e da Escola de Saúde Pública, criou a Central de Ventiladores Mecânicos e Equipamentos Respiratórios (CVMER). O projeto permitiu o conserto de 74 equipamentos, que foram repassados a unidades de saúde na capital e no interior do Estado com maior demanda.

Cada ventilador é fundamental para criação de um novo leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Isso possibilitou a abertura de novos leitos de terapia intensiva e, portanto, impactou a vida de inúmeras pessoas salvas por essa iniciativa”, ressalta o superintendente da Escola de Saúde Pública e coordenador técnico da Central, Marcelo Alcantara.

Realizado a partir de uma parceria público-privada, o projeto recebe e conserta itens com problemas ou que estão fora de uso. Entre os meses de abril e junho, 104 respiradores foram encaminhados à CVMER. Os equipamentos são avaliados por 25 profissionais de diferentes áreas. A equipe atua no Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai), no bairro Jacarecanga, em Fortaleza, onde a CVMER está instalada.

Qualquer entidade ou pessoa física pode fazer doações para a Central, que tem como principal objetivo salvar vidas. Todos os equipamentos recebidos são submetidos a avaliações das condições físicas e funcionais. “Estamos fabricando qualquer tipo de peça cuja comercialização deixou de haver no mercado. Essa possibilidade nos permite recuperar equipamentos, deixando-os em condição plena e segura para que ele possa cumprir sua função à beira do leito”, explica o engenheiro clínico da CVMER, David Guabiraba.

A CVMER também atua na gestão dos ventiladores mecânicos e equipamentos respiratórios. A partir disso, será possível realizar um inventário dos itens em funcionamento na rede hospitalar do Ceará.

Elmo

A Central de Ventiladores também é local de experimento. No local funciona o laboratório onde é desenvolvido o protótipo do Elmo, capacete de respiração assistida que minimiza dificuldades respiratórias em pacientes com Covid-19 e reduz a necessidade de aparelhos de ventilação mecânica em 60% dos casos.

O Elmo está em fase avançada de testes. O próximo passo é avaliar a eficácia do capacete em pacientes internados no Hospital Leonardo DaVinci, unidade requisitada pelo Governo do Ceará para atendimento a casos de coronavírus.

Treinamento

Outra marca da Central de Ventiladores Mecânicos é o caráter preparatório da equipe. Para realizar a intervenção nos equipamentos captados, os profissionais foram treinados e têm a oportunidade de aplicar as habilidades na recuperação dos itens.

A capacitação abrange, ainda, os ventiladores do modelo VG 70, adquiridos pelo Governo do Estado na China. Em caso de necessidade, engenheiros e técnicos vão atuar na sistematização de manutenção preventiva dos aparelhos, considerados os mais modernos do mundo.

“A Central está dando muito certo e ficará como legado. A gente tem que pensar em iniciativas que façam melhorar ainda mais a estratégia de manutenção e de oferta de equipamentos complexos, como são os ventiladores”, ressalta Marcelo Alcantara.

A CVMER atua por meio de parceria do Governo do Estado com o Senai, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), além de outros órgãos voluntários.

Serviço

Central de Ventiladores Mecânicos e Equipamentos Respiratórios (CVMER)

Endereço: Senai Jacarecanga (Rua Júlio Pinto, 1873, Jacarecanga, Fortaleza, Ceará)
Contato: (85) 3421.5309
E-mail: centralventiladores.ce@gmail.com

Acesse AQUI a página da CVMER

Habilidades

Postado em

5 de janeiro de 2021