Clarisse Castro

Preta, preta, pretinha

Eu me entendo escrevendo, e por isso escrever, mais que uma paixão, é o caminho onde encontro e também construo significados para as experiências da vida. Jornalista, especialista em Teorias da Comunicação, doutora em Comunicação e Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz, tenho no SUS e no direito à Informação minhas principais causas e lutas.

Já virei uma década morando e viajando por lugares diferentes do Brasil, e me orgulhando das experiências mais extraordinárias que só a saúde pública me permitiu conhecer. No Felicilab atuo como Gestora de Narrativas e estou sempre atenta sobre as formas mais inspiradoras de contar as lindas histórias que estamos construindo juntes.

Sou pisciana, filha caçula do José e da Regina, e mamain da Brigite e do Raul, dois vira-latinhas que me ensinam todos os dias sobre viver o que é essencial. Homo sapiens que me inspiram: Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil e Gal Costa. Não posso separar os doces bárbaros e a potência dessa junção.

Colaboro com

Estou por aqui

i

Lattes

GitHub

Meu E-mail