Av. Antônio Justa, 3161 anexo, Meireles, Fortaleza, CE, 60165-090

felicilab@esp.ce.gov.br



Oficina design de Serviços Públicos

Um mapeamento situacional completo, que vai nortear a elaboração da Política Estadual de Saúde para a Pessoa com Deficiência. Esse foi o resultado da Oficina de Design de Políticas, promovida entre os dias 7 e 10 de março, pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), por meio do Laboratório de Inovação (FeliciLab), em parceria com a Secretaria Executiva de Políticas da Saúde (Sepos/Sesa).

Os encontros foram realizados de modo virtual, através da plataforma Google Meet, facilitados pelo design Paulo Amoreira, colaborador do DesignLab, laboratório de inovação do Felicilab. As atividades estão previstas nas jornadas de debates e encontros de elaboração do Diagnóstico Situacional, promovido pela Sepos, em articulação com vários seores da gestão de saúde do Estado. Durante a programação, participaram agentes ativos do segmento: lideranças da sociedade civil e dos trabalhadores da saúde, representantes de instituições públicas e privadas, além de gestores e técnicos da Sepos e do Felicilab.

Comunicação inclusiva

“Para o Laboratório de Design, o processo foi mais uma oportunidade de aprendizado sobre como promover uma comunicação inclusiva em um ambiente de interação online. Esse aprendizado poderá ser mobilizado para novos produtos e entregas”, explica o designer Paulo Amoreira, facilitador da oficina. Para garantir a participação do público de forma inclusiva, o DesignLab contou com a parceria da Sepos, que possibilitou a apresentação dos documentos aos interessados por meio de recursos como audiodescrição e apoio de intérprete de Libras. 

Oficinas de Design de Políticas

No mês de março, o Felicilab promove uma série de Oficinas de Design de Políticas, com o objetivo de apoiar a construção de diretrizes de políticas estaduais. Entre os segmentos atendidos pelas Oficinas de Design, no Plano Estadual das Políticas de Saúde (2022-2023), estão a Política Estadual de Saúde da Pessoa com Deficiência, a Política Estadual de Prevenção e Proteção às Mulheres, Crianças e Adolescentes e a Política Estadual de Transplante.

A metodologia de Design de Políticas parte do princípio que soluções mais eficazes são obtidas quando o problema a ser solucionado é compreendido de forma mais precisa. Dessa forma, as oficinas têm como foco o mapeamento de problemas, a relação dessas questões com as prioridades estabelecidas pela Sepos, e a identificação de soluções tecnológicas mais indicadas para cada temática tratada.