Av. Antônio Justa, 3161 anexo, Meireles, Fortaleza, CE, 60165-090

felicilab@esp.ce.gov.br



Na manhã dessa quinta-feira (02), integrantes do Laboratório de Inovação no SUS do Ceará (Felicilab) estiveram reunidos com representantes do Movimento Cannabis Medicinal, na Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP-Ceará), para prospectar parcerias e possíveis ações conjuntas. “Cannabis é uma planta milenar, mas seu uso medicinal e terapêutico ainda é uma novidade e um grande tabu. A incorporação dessa tecnologia de cuidado representa uma importante inovação em saúde para a qual a ESP pode contribuir”, afirma Uirá Porã, coordenador do Felicilab.

A reunião foi concluída com indicativos do fortalecimento da parceria entre o Movimento Cannabis Medicinal e a ESP. Os próximos passos da articulação incluem o incentivo a pesquisas sobre a temática e a construção de um projeto que fortaleça o Movimento e estimule a conscientização e formação de profissionais de saúde para os tratamentos terapêuticos com Cannabis.

Entre os representantes da ESP, a reunião contou com a participação do gerente de Educação Permanente, o pneumologista Fabrício Martins; Diego Chagas, do time de Projetos do Felicilab; Erica B Pinho, do time de Narrativas; Jorge Godoy do DesignLab; e Uirá Porã, coordenador do Felicilab. Representando o Movimento Cannabis Medicinal, a reunião contou com José Thiago de Alcântara, sociólogo e advogado da Sativoteca; e Erika Carvalho, artivista da rede nacional de feministas antiproibicionistas e integrante da luta pelo PL estadual da Cannabis medicinal.

Também participaram da reunião Rodrigo Bardon, fundador da Sativoteca, militante da causa Canábica e primeiro brasileiro adulto no país a conseguir na Justiça um salvo-conduto para o cultivo de Cannabis para fins medicinais, e Italo Alencar, militante e advogado que atuou na causa. Bardon convive com a tetraplegia desde 2005, quando sofreu fraturas da coluna cervical ao pular em uma piscina. Como resultado do acidente, teve perda dos movimentos dos ombros para baixo. Para Bardon, o uso terapêutico da Cannabis representa alívio de sequelas da lesão, como dores e espasmos.

Biblioteca digital de acesso aberto
A Sativoteca é uma iniciativa destinada à Organização e distribuição do conhecimento científico que envolve o tema da Cannabis.
O site (https://sativoteca.org/) disponibiliza uma biblioteca digital que já reúne a produção acadêmica, sobre a Cannabis, produzida nas universidades federais do Nordeste.