Oficina de Design de Serviços: Primeiro dia foi marcado por apresentação de resultados das pré-oficinas e prestação de contas
Publicado em 30 de junho de 2022

A Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), por meio do Laboratório de Inovação (FeliciLab), deu início nesta terça-feira (28) à Oficina de Design de Serviços. A programação, que reúne representantes de toda da ESP/CE, segue até esta quinta-feira (30), na Biblioteca Estadual do Ceará (BECE). 

A Oficina de Design de Serviços da ESP/CE é a culminância de uma série de pré-oficinas, realizadas com cada um dos setores da instituição, ao longo dos meses de maio e junho de 2022. Nelas, foram mapeados os principais problemas que desafiam atualmente a instituição, com suas causas e consequências, além de uma atribuição de intensidade da dor causada por cada um dos problemas e seu possível agravamento com o passar do tempo.

O participante Fernando Fernandes, integrante da rede de colaboração do Felicilab, apontou a relevância das metodologias empregadas na Oficina. “É o tipo de conteúdo que dá maior qualidade e agilidade aos processos. Acredito que todo mundo que trabalha com produtos e processos, dentro de alguma instituição, deveria dominar as metodologias que estão sendo trabalhadas aqui hoje, na ESP”, afirmou . 

Primeiro dia

DEPOIMENTO WASH DIA 1

No primeiro dia, a programação teve como objetivos proporcionar uma vivência em processos de Design Thinking e apresentar o Diagnóstico Situacional das Áreas, em relação com os macroprocessos e objetivos estratégicos. Nesse momento foi possível apontar a relação existente entre cada problema identificado nas pré-oficinas e o que já existe de planejamento e processamento atualmente vigente na instituição, além de cenários completamente não previstos por exercícios anteriores.

https://youtube.com/shorts/kbkUVGSNmtI?feature=share

Em seguida, foi apresentada, pelo Felicilab e pela Assessoria de Desenvolvimento Institucional da ESP (ADINS), uma breve prestação de contas relacionando as soluções já criadas na Escola com alguns dos problemas mapeados nas pré-oficinas, mostrando que já existem soluções em curso que deverão amadurecer nos próximos meses, especialmente com um aprofundamento do diálogo entre as áreas responsáveis. 

Terapia Institucional

O processo das Oficinas segue uma metodologia criada pelo Felicilab a partir de ferramentas e princípios de Design Thinking. Ao longo da consolidação do método, os membros do time de Design nomearam a criação de “Terapia Institucional”.

“É algo próximo de um processo terapêutico, mas voltado para grupos institucionais. Nós partimos de momentos de escuta qualificada, registramos e analisamos as queixas e problemas dos setores”, afirma Jorge Godoy, designer do Felicilab. “Em um momento posterior, mapeamos os desafios encontrados e identificamos quais têm influência intersetorial. Outras ferramentas aplicadas de forma participativa, como a Matriz GUT, que avalia Gravidade, Urgência e Tendência, nos ajudam a estimar quais atividades farão a diferença se priorizadas em médio prazo”, explica.  

https://youtube.com/shorts/LX3QFhi2hYY?feature=share

por

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.