Av. Antônio Justa, 3161 anexo, Meireles, Fortaleza, CE, 60165-090

felicilab@esp.ce.gov.br



Oficina de Design de Serviços

Oficina de Design de Serviços

| O que é ? |

A Oficina de Design de Serviços é apoiada por uma metodologia inovadora de diagnóstico e priorização de problemas institucionais, criada pelo time de Design do Felicilab. A metodologia induz uma análise colaborativa, em que os trabalhadores e trabalhadoras assumem o protagonismo na identificação das causas dos desafios da instituição. Aliando ferramentas do Design Thinking à escuta qualificada, ao mesmo tempo em que induz transformações profundas, a metodologia tem sido chamada pelos participantes de “Terapia Institucional”. A metodologia das Oficinas de Design de Serviços é adaptável e aplicável a todo e qualquer ambiente institucional, público ou privado, que precise de consultoria para mapeamento, priorização e superação de seus desafios.

| Por Quê? |  

Nas instituições públicas que prestam serviços à população, os desafios que surgem ao longo do tempo nem sempre são enfrentados estrategicamente. É comum que os diferentes setores do órgão ou entidade tratem de seus problemas de forma separada, sem uma visão do todo que poderia direcionar esforços de forma colaborativa. A falta de diálogo entre os setores e de uma análise dos desafios institucionais a partir de uma visão mais ampla pode levar a retrabalho e distribuição ineficiente de recursos, sobretudo do esforço dos colaboradores.

Uma resposta para os desafios relacionados à falta de sistematização no setor público foi oferecida com a realização da Oficina de Design de Serviços, formulada pelo Felicilab a partir de ferramentas do Design Thinking. Entre os dias 28 e 30 de junho de 2022, foi realizada a Oficina de Design de Serviços da ESP/CE, com representantes de toda a instituição. A programação foi realizada na Biblioteca Estadual do Ceará (BECE).

A oficina teve como objetivo a sistematização de problemas da Escola de Saúde Pública do Ceará – ESP/CE, para estruturação de soluções conectadas aos objetivos estratégicos da instituição.

Em preparação à Oficina, foram realizados pré-encontros para mapeamento de informações, com os integrantes de cada uma das seis áreas/eixos que compõem a ESP/CE, ao longo dos meses de maio a junho de 2022. Como resultado das Pré-Oficinas, foi estruturado um banco de problemas por ordem de prioridade definida, com critérios pré-estabelecidos. A Oficina foi o momento de revisitar esses problemas, categorizados por grupos de afinidade, e traçar os norteamentos iniciais para sua resolução.

| Por Quê? |

| Para Quê? |

| Deu no Quê? |

  • Facilitar o processo de refinamento dos problemas da ESP/CE;
  • Identificar e agrupar causas e consequências dos problemas;
  • Agrupar, sistematizar e dar apoio na priorização dos problemas, colocando no centro da discussão as necessidades das pessoas;
  • Sistematizar o uso das metodologias e documentá-las;
  • Facilitar o processo de publicização e apropriação dos resultados pela força de trabalho da ESP.
  • Identificação dos problemas transversais da ESP/CE. Priorização dos problemas conforme critérios de gravidade, urgência e tendência.
  • Divulgação, para a força de trabalho da ESP/CE, das soluções em vias de desenvolvimento pela área de Inovação e Tecnologias.
  • Consolidação de uma nova metodologia para diagnóstico de problemas institucionais, adaptável a diferentes contextos, públicos ou privados.

| Para Quê? |

  • Facilitar o processo de refinamento dos problemas da ESP/CE;
  • Identificar e agrupar causas e consequências dos problemas;
  • Agrupar, sistematizar e dar apoio na priorização dos problemas, colocando no centro da discussão as necessidades das pessoas;
  • Sistematizar o uso das metodologias e documentá-las;
  • Facilitar o processo de publicização e apropriação dos resultados pela força de trabalho da ESP.

| Deu no Quê? |

  • Identificação dos problemas transversais da ESP/CE. Priorização dos problemas conforme critérios de gravidade, urgência e tendência.
  • Divulgação, para a força de trabalho da ESP/CE, das soluções em vias de desenvolvimento pela área de Inovação e Tecnologias.
  • Consolidação de uma nova metodologia para diagnóstico de problemas institucionais, adaptável a diferentes contextos, públicos ou privados.

| O QUE ENTREGA? |

  • Produção de uma Árvore de Problemas (compreensão aprofundada dos problemas das áreas).
  • Priorização dos problemas por meio da ferramenta Matriz GUT.
  • Priorização dos problemas transversais (Soma da GUT).
  • Produção de um banco de problemas de todas as áreas.
  • Produção da Árvore Situacional da ESP 2022.
  • Criação de banco de ideias para insights de soluções de problemas relacionados à governança.
  • Criação de Kanban para acompanhamento das deliberações (camada de tecnologia)
  • Produção de ambiente digital para consulta dos achados.
  • Entrega de sistematização da memória das Oficinas.

| ONDE ESTÁ? |

| DE ONDE VEIO O RECURSO? |

A Oficina de Design de Serviços é vinculada aos projetos “Implantação do Mapa da Saúde” e “Soluções Digitais”, propostos pela Ditec/Felicilab.
No Plano Plurianual 2020/2023 (PPA) do Estado do Ceará, os projetos estão contemplados pelo Programa Gestão da Rede de Conhecimento, Educação e Tecnologia em Saúde, no Eixo Inovação e Tecnologia.

| ONDE ESTÁ? |

| Site Oficina de Design
| Achados da Pré-Oficina da Área de Governança e Gestão
| Achados da Pré-Oficina da Área de Educação e Extensão
| Achados da Pré-Oficina da Área de Inovação e Tecnologias
| Achados da Pré-Oficina da Área de Desenvolvimento Educacional
| Achados da Pré-Oficina da Área de Inteligência em Saúde
| Achados da Pré-Oficina da Área de Pesquisa em Saúde
| Banco de problemas da ESP
| Problemas transversais (Clusters)

| DE ONDE VEIO O RECURSO? |

A Oficina de Design de Serviços é vinculada aos projetos “Implantação do Mapa da Saúde” e “Soluções Digitais”, propostos pela Ditec/Felicilab.
No Plano Plurianual 2020/2023 (PPA) do Estado do Ceará, os projetos estão contemplados pelo Programa Gestão da Rede de Conhecimento, Educação e Tecnologia em Saúde, no Eixo Inovação e Tecnologia.